Agradecemos….sim! e muito sua presença!   5 comments

Queridos amigos, irmãos, pais, sobrinhos, tios, primos…

 

Passados três meses de nosso casamento só podemos dizer que temos lembranças ótimas de cada momento e que a presença de vocês foi fundamental para isso.

Os melhores momentos da vida se resumem assim, em compartilhar alegrias com as pessoas que amamos. Havia amigos e parentes que há muito não víamos e não tínhamos contato há bastante tempo…e que felicidade em revê-los em um momento tão especial como esse!

Em nossa lua de mel vocês todos foram lembrados, e há um recado especial no you tube para vocês….acessem

http://www.youtube.com/watch?v=sPN47uGD3iU

Publicado 12/01/2011 por danemi em Sem categoria

Quantas aventuras do casal…   Leave a comment

As manzanas não foram nada…Entendar essa língua – espanhol –  não foi tão mole assim. Silveira virou Chaves, dos zero dos era o número do quarto, “poquitito” era usual (existe isso, céus?) …

Sabem o que é um chupa-saco…? Habitante do Chile, muito engraçado por sinal.

Sabem pegar um táxi no Chile? Fácil…pessoas começam a entrar no carro sem parar e você nunca chega no destino … e fica sem entender nada!

Mercado público? Cuidado, mui peligroso! Foras-da-lei arrancando brincos de 3,00 reais da orelhas das brasileiras que parecem a Xuxa (loira e de bota, é de doer essa comparação, né?)…

Esperem que as histórias estão chegando…tenha paciência. Tivemos que ter muita para viver tudo isso…hehehehe Beijussssssss!

Publicado 02/11/2010 por danemi em Sem categoria

Na íntegra, a verdadeira história das manzanas   4 comments

Bem, bem, bem.

Parecem tão inocentes...

V amos ao que interessa…haviam maças lindas de morrer naquela cesta também linda de morrer, que o noivo (agora então, marido?!) resolveu colocar na mala… Chegada em Sampa, ok. Vôo para Santiago, ok…até chegar lá. Bem, tinha que preencher um formulário de produtos agro-qualquer-coisa-que tem que declarar. A noiva (ops, agora esposa!) perita em inglês (meus Deus, salve-se quem puder com toda essa cultura anglo-americana-saxã-fapolística) leu todo o formulário e marcou para ela e seu maridinho tudo NÃO. Não estamos levando nenhum produto tipo erva, mudinha, plantinha, nada disso.

Bonitos e lindos de morrer o casal chegou lá, felizes e entusiasmadíssimos, fora o cansaço claro, prontos para pegar suas malas e irem para o hotel começarem a tão-sonhada-lua-de-mel. Chile. Lugar organizado. Haviam uns 5 cães farejadores perto das malas cheirando tudo. Tranquilos e felizes, o querido casal curtiu aquele momento, despreocupados com o que viria acontecer. Neste momento, eles assistiram um pobre homem (cuja mochila parecia discreta) virar objeto de obsessão de um cachorro. O lindo dog pulava desesperado em cima da mochila como se ali tivesse 03 toneladas de cocaína.Que chato…o homem foi chamado de forma educada para dar esclarecimentos e o lindo casal em lua de mel nunca mais ficou sabendo dele.

Bem…o casal lindo (mas não tão esperto assim, vamos ver a seguir), de posse de suas malas tinham apenas mais uma tarefa até sair do aeroporto: passar suas malas pelo scanner do aeroporto organizado com cães simpáticos, queridos, mas altamente farejadores de coisas. “Tranquilo”. Pensou o casal. Mas…algo apareceu no scanner e tudo MUDOU. Haviam duas maçãs…aquelas da cesta, lembram? Que estavam na mala por obra do marido, que queria alimentar sua marida com o fruto do pecado.

Uma simpática moça informou que o problema era que elas não tinham sido declaradas e que eles deviam aguardar…para RESOLVER. Que saudades das aulas de espanhol que nunca tivemos, ó céus! Que língua difícil de entender. A moça que falava espanhol e era simpática (pelas suas feições e gestos, porque não entendíamos quase nada do que ela falava) pediu para aguardarmos…e ficamos lá aguardando. 10 minutos. 15 minutos. 20 minutos.30 minutos…e nada.

Nesse meio tempo, chegaram outras pessoas fora-da-lei como o casal: eles traziam contrabando perigosíssimo: limões, queijos, maçãs…Foi bom, porque podemos observar bem o ambiente: por exemplo, tinha uma mesa com um homem que usava um facão igual ao Fred Krueger para furar as coisas no meio, fazendo bastante barulho e com muito desejo de vingança nos olhos (parecia que ele queria dizer: malditos brasileiros, vem para cá com esse real bagaceiro que vale muito mais que o nosso peso, se achando, trazendo limões ilegais para fazerem caipirinha ilegal aqui, deixarem o nosso povo bobo e alegre que nem o deles…). Nessa hora, ela começou a ficar com medo. Tinha também cachorros farejadores super simpáticos, todos igual ao Marley do filme… o casal tentou fazer amizade, mas os policias não gostaram muito e afastaram os cachorros deles…os policiais estavam com ciúmes porque todos queriam fazer carinho nos dogs e não neles. O tempo foi passando e a sede chegando. Ao pedir água para o único ser humano simpático dali, que era a moça, foi informado que não tinha água ali em lugar NENHUM e que NÃO era RECOMENDADO tomar água do banheiro por que NÃO era POTÁVEL…(Seria o final do lindo casal em lua de mel: morrer de sede então?)

Depois de quase uma hora o marido foi chamado para dar esclarecimentos. Ele entrou sozinho na sala do interrogatório. Sabe o filme o expresso da meia-noite…? Ela lembrou do filme e começou a rezar, porque não pode entrar. Até então, ele era culpado pelas manzanas assassinas e ela, só cúmplice. Se fossem para a cadeia, não ficariam juntos e ela teria menos tempo de prisão que ele. Coisas da vida prática começaram a inundar o pensamento da esposa, do tipo, quem iria acalmar o Orpheu neste período na cadeia? Ao sair, aliviado, o esposo contou o que aconteceu. O interrogatório seguiu-se assim:

Gestapo Chilena: – Por que você não declarou as manzanas?

Ele, marido, respondendo com a verdade: – Esqueci…

(hummm…Mas a verdade não era suficiente naquela hora)

Gestapo Chilena: – Esqueceu? Como?

Ele, honesto, responde: -Esqueci…

Gestapo Chilena: – Por que esqueceu?

Ele, perdendo a paciência: – Por que eu tô em lua-de-mel e tenho mais o que fazer…(hehe, pegadinha, isso ele queria dizer, mas não disse…Ele só disse de novo que Es-que-ceu.

Finalmente…depois de ser advertido com muitas coisas horríveis e ininteligíveis ( do tipo você é fora-da-lei, podia ter te mandado para o Carandiru chileno, podia ter mandado vocês voltarem para o Brasil, podia ter largado vocês no vale nevado para voltarem a pé, podia ter cobrado uma multa absurda, entre outras coisas queridas) , ter assinado um auto de infração (que até hoje não se sabe o que significa, pois está todo em espanhol), O CASAL FOI LIBERADO PARA CURTIR A LUA-DE-MEL!!!!

Ufa…! Padrinhos, vocês são fogo, hein? Quanto vocês devem ter pago para a polícia nacional chilena fazer todo esse teatro…

Publicado 26/10/2010 por danemi em Sem categoria

A vinganca dos padrinhos…A história das manzanas…   2 comments

Seria vinganca pela tortura das tarefas difíceis? Ou seria acaso do destino? O que duas frutinhas de uma cesta linda de presente dos padrinhos seria capaz de provocar? A história das manzanas ainda renderá frutos…AGUARDEM PRÓXIMO POST, OU CAPÍTULO, COMO PREFERIREM! Neste mesmo blog…em breve!

Publicado 13/10/2010 por danemi em Sem categoria

Novas Tarefas!!!   9 comments

Acharam que tinha acabado?

Tsc tsc tsc …Se enganaram…

Preparem-se, pois a partir de hoje, vocês tem tarefas muito maiores a cumprir. Por favor, deste momento em diante:

parem de fazer coisas que nos façam chorar muito como cestas de café da manhã.

Parem com livro sobre a nossa vida, contada por vocês. Isso quase nos matou hoje. Ficamos sensíveis, como crianças assustadas com tanto carinho. Vocês queriam nos matar com aquele livro? Quase conseguiram… ficou dor no peito de tanta emoção. Choramos livremente, alma lavada de tanta felicidade de ver, ler e reler mil vezes aquele livro lindo da história da nossa vida.

Vocês sabem como escolhemos a música de vocês? A música dos padrinhos fala da amizade mais bonita que pode haver entre pessoas: aquela que é descompromissada, porque tinha que ser assim, como a amizade de um carteiro e um poeta, tão diferentes, compartilhando tanto sentimento junto, um aprendendo com o outro e um entendendo o outro tão bem.

A melhor tarefa de todas que podemos cumprir juntos é nunca esquecer o que vivemos para nos encontrarmos em muitas existências futuras.

Seria uma grande honra para nós. Na verdade, achamos que, em algum lugar, alguém escreveu uma história em que nós e vocês devíamos

 

Tinha que ser assim!!!!

 

nos encontrar de alguma forma, porque tinha que ser assim…

Publicado 10/10/2010 por danemi em Sem categoria

Curtindo a lua de mel…   1 comment

Publicado 10/10/2010 por danemi em Sem categoria

Sobre o evento…Pistas à vista!!!!   21 comments

 

Vamos brindar!

 

Ok, ok…vamos dar uma colher de chá aos padrinhos…(ou seria colher de champagne já que estamos brindando um casamento?).

Quanto à música – não é cantor/grupo brasileiro. Danilo, talvez a Paulinha possa te ajudar…Os noivos tem o CD. E você já ouviu esse CD.

Quanto à falha do sonho do Ramón, existe muito psicodelismo mesmo. Porém, um deles é o pior. Esta relacionado diretamente a vida de hoje deles…

Show juntos…bom!Vocês conhecem bem o casal Danemi? Conhecem bem o Daniel? Não precisa pensar muuuiiittoooooo!

Beijinhos…

Pensem bem e agora, respondam…kkkkk

– Qual é a música dos noivos, que eles mais gostam?

– Qual a grande falha do sonho do Ramón, que o deixa totalmente psicodélico?

– Qual foi o único show que eles assistiram juntos?

Tic tac tic tac. Só no dia do casamento para responder, ok?(viu Ane?)

Tarefas já distribuídas. Vocês devem saber no dia do casamento:

Danilo e Talita – Qual o nome do estabelecimento que eles se encontraram pela primeira vez?

Anelore – Com quem o noivo morava quando conheceu a noiva e em que cidade?

Ana Paula – Onde foi a primeira festa que a noiva levou o noivo, logo que eles se conheceram?

Isaura e Ito – Os noivos já foram a algum jogo de futebol juntos? Caso afirmativo, em qual estádio?

Luci – Qual foi a cidade/local em que tu e os noivos foram pela última vez juntos ao cinema?

Rose e Cadu – Onde os noivos passaram a Páscoa e o dia dos Namorados deste ano?

Mexicano – A primeira vez que o noivo foi dormir na casa da noiva, o que ele levou que assustou ela?

Foi dada a largada! O tempo está se esvaindo…tic tac tic tac.



Publicado 26/09/2010 por danemi em Sem categoria